O que é NVR
19 de dezembro de 2018

Como funciona

Seu funcionamento se baseia em software e hardware de segurança, informações cadastradas, meios de identificação como:

  • senhas;
  • cartões de códigos de barras ou proximidade;
  • leitores de características biométricas;
  • bloqueios como cancelas, catracas e torniquetes.

Todas as informações necessárias para o funcionamento do sistema de controle de acesso eletrônico são cadastradas, registradas e armazenadas em servidor.

Neste servidor também é feita toda a gestão de dados e rotinas do sistema.

Estas configurações determinam as permissões e restrições dos acessos as áreas na qual o sistema foi instalado bem como a emissão de relatórios gerenciais.

Os primeiros recursos eletrônicos utilizados para controle de acesso na segurança física foram os interfones.

Posteriormente foi inventada a fechadura eletromecânica, e com o avanço da eletrônica e da informática foram adicionadas novas tecnologias de identificação.

Autorização de acesso

Após a identificação da pessoa, a próxima etapa é checar a autorização de acesso, que deverá estar condicionada ao local permitido para acesso e ao horário de permanência.

A autorização de entrada deve ser formalizada em documento próprio ou através de sistemas eletrônicos de controle de acesso, de forma que possibilite sua rastreabilidade e comprovação.

Um Sistema de Controle de Acesso Físico confiável e eficiente deve ser capaz de verificar se uma pessoa é realmente quem diz ser e se ela tem permissão para acessar ao local que deseja/precisa acessar.

Características Importantes Controle de Acesso Físico

  • Rapidez;
  • Baixo custo de manutenção e administração;
  • Capacidade de integração com outros recursos de controle de acesso;
  • Possibilidade de criação de vários perfis de validação de acesso para diferentes grupos de pessoas, funcionários, visitantes e terceiros;
  • Quando necessário, possibilidade de liberar o acesso de pessoas apenas em locais, horários e dias pré definidos;
  • Não permite dupla entrada ou dupla saída, ou seja, quem entrou não entra de novo e quem saiu não sai de novo;
  • Capacidade de registrar todos os eventos inclusive os não liberados;
  • Possibilidade de rastreabilidade e geração de relatórios gerenciais.

Uma das soluções mais indicadas para a proteção do patrimônio de empresas e condomínios é o controle de acesso. Ele padroniza a forma como colaboradores e visitantes acessam os ambientes, além de inviabilizar a circulação de pessoas não autorizadas em locais predeterminados.

5 Comentários

  1. Bruno disse:

    Muito bom artigo, gostei muito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LOJA